Igreja drogada! (desabafo pastoral)


Igreja drogada

                Estive assistindo em um programa de televisão esta semana sobre a dificuldade que os dependentes químicos têm de parar de usar drogas.
                Todos afirmaram saber o mal que isto causa as suas vidas e sua saúde, levando muitos até mesmo a morte, mas por outro lado, o êxtase do momento e a necessidade que o organismo sente desta química, os fazem continuar.
                Logo me veio à mente uma coisa. A Igreja está drogada!
                Temos visto um evangelho sem efeito, sem causa, uma droga no meio do povo de Deus. Pessoas apresentam um falso evangelho que tem matado o corpo da igreja, mas ao mesmo tempo esta igreja está totalmente viciada nesta falsidade. Um povo que começa a acreditar em promessas que seu Deus não faz, se corrompe por dinheiro, se alegra por barulhos como lata vazia, sermões sem conteúdo, mas que animam a massa. Pergunte para alguns crentes sobre o que ele vai fazer na igreja. Você terá uma grande resposta: Vou buscar vitória, bênção, prosperidade! Por quê? Porque é isto que ensinamos estas pessoas a fazerem durante anos, e agora, eles viciaram nisto.
              
  Há um Deus nos céus, esperando a adoração de sua Igreja. Há um Deus nos céus esperando vasos verdadeiros que possam profetizar no meio de sua igreja, pessoas que Deus possa derramar os dons de seu Espírito. Mas, onde estão estas pessoas? Estão iludidas, drogadas, fascinadas com algo que as tem matado.
                É lastimável chamar de Igreja do Senhor, uma instituição que gasta mais com balas e chicletes do que com missões. É triste comprovar que o número de evangélicos cresce em nosso país, mas ao mesmo tempo crescem o número de divórcios, assassinatos, corrupção, pedofilia, fome, depressão, etc.
                Onde está a Igreja que cura? Está doente! Viciada em um falso evangelho, e este por sua vez quando lhe é tirado, quando apresentamos a verdadeira palavra, a própria igreja rejeita, preferido assim o êxtase de promessas sem fundamentos e uma alegria passageira, mas que não transforma.
                Pastores, voltemos a ministrar vida para a igreja. Não se venda, não se corrompa. O Senhor da Igreja continua assentado no seu trono. O sucesso passa, o dinheiro também, mas a palavra do Senhor tem que permanecer, e ela permanecerá!
                Pergunte-se sobre o que você tem ministrado a sua igreja. Que tipo de influência você tem tido na vida da sua sociedade. Seus cultos são para o homem, ou estão centrados em Deus. Adoramos a Deus, com nossos louvores, nossa conduta, nossa pregação, ou buscamos aplausos humanos?
                Particularmente estou cansado de hinos onde seu conteúdo são de louvor ao homem, como: vou vencer, ninguém me segura! Alguns com mensagens de inveja, vingança, como um que diz que: “se alguém te viu passar na prova e não te ajudou, quando ver você na bênção vão se arrepender, vai estar na plateia e você no palco...”.
Há se Paulo ouvisse isto! A Bíblia declara: “Nada façais por contenda ou por vanglória, mas por humildade; cada um considere os outros superiores a si mesmo”. Filipenses 2:3 Prefiro ficar com a palavra de Deus, descer do palco e deixar Jesus no centro de toda adoração, fazendo do meu próximo superior a mim mesmo.
Está na hora de desintoxicar a igreja deste falso evangelho, e trazer cura sobre ela. E eu e vocês pastores fomos chamados para isto!


               
                

Comentários

Anônimo disse…
Muito profundo e verdadeiro!

Postagens mais visitadas deste blog

As portas do Inferno não prevalecerão contra a Igreja

A "noiva" está doente às vésperas do casamento!!!!

Escravo da Orelha furada